Livro mulheres que correm com os lobos

Porque esta comparação das mulheres com os lobos?

Conforme observa a autora “Os lobos e as mulheres são gregários por natureza, curiosos, dotados de grande resistência e força. São profundamente intuitivos e têm grande preocupação para com seus filhotes, seu parceiro e sua matilha. Tem experiência em se adaptar a circunstâncias em constante mutação. Têm uma determinação feroz e extrema coragem.”

Mulheres que correm com os lobos, da autora e psicóloga junguiana Clarissa Pinkola Estés, é um livro sobre o despertar da “mulher selvagem”, não como termo pejorativo, não quer dizer que a mulher se transformará em uma insana e inconsequente, mas na forma de sentir e viver uma vida íntegra, livre e saudável. A autora argumenta que, por anos a mulher tem sido “domesticada”, ou seja, sendo transformada de acordo com padrões que reprimem a alma feminina. A mulher selvagem é aquela que é determinada, forte, que luta por ser respeitada e valorizada, sua essência feminina é permanente. 

Mulher e o lobo se olhando

Por mais que seja proibida, silenciada, podada, enfraquecida, torturada, rotulada de perigosa, louca e de outros depreciativos, ela volta à superfície nas mulheres, de tal forma que mesmo a mulher mais tranquila, mais contida, guarda um canto secreto para a Mulher Selvagem.

Por meio de arquétipos como contos de fadas , mitos e lendas, a autora pretende revelar a alma da mulher selvagem, que tem sido desestruturada por uma  sociedade patriarcal. As histórias são usadas para fazer uma analogia das personagem com a mulher, tanto pessoal quanto nos relacionamentos, nas diversas circunstâncias reais vivenciada. O livro instiga a mulher a enxergar situações inóspitas e a se desvencilhar delas com sabedoria, a fazer uso da intuição como como uma forma de prever determinados acontecimentos, observando atentamente os cenários nos quais se encontra.

Capturamos os pensamentos nocivos antes que eles cresçam o suficiente para nos prejudicar e os destruímos.

A autora faz um estudo bem embasado, aborda temas vivenciados em grandes amplitudes, oferecendo conselhos importantes através de uma minuciosa análise das histórias que ilustram a narrativa, descrevendo as fases e personalidades das mulheres.

Livro mulheres que correm como lobos

A natureza não pede licença. Floresça e dê à luz sempre que tiver vontade.

É um livro bem complexo, tem uma linguagem singular de exortar as fragilidades e potencialidades da mulher, uma leitura que exige muita concentração, por várias vezes tive que reler alguns parágrafos, uma distração e a conexão com as partes do todo é perdida. Mulheres que correm com os lobos requer tempo e calma para que se possa refletir sobre os diversos temas pontuados. Porém é um livro de grande utilidade para um encontro com a verdadeira alma feminina. 

Precisamos nos esforçar para permitir que nossa alma cresça naturalmente até atingir sua profundidade natural.

Titulo: Mulheres que correm com os lobos

Autor: Clarissa Pinkola Estes

Editora: Rocco (2018)

Páginas: 576

Gênero: Psicologia

0 Comentários