Graça  - Grace

“Pois todos nós recebemos da sua plenitude, e graça sobre graça.” (Jo 1:16)

O que exatamente é graça? Ela está limitada ao ministério e à vida de Jesus? Sabia que Jesus nunca usou esta palavra? Porém ele fez muito mais que isso, ele a ensinou, ele a viveu.

Donald Barnhouse tem uma excelente definição para graça, ele diz: “O amor que vai para cima é adoração; o amor que vai para fora é afeição; o amor que se curva é graça”. Richard J. Neuhaus conceitua que “ Mostrar graça é estender favor ou bondade a alguém que não a merece e que nunca poderá fazer nada para ganhá-la... Todas as vezes que surge o pensamento sobre a graça existe a ideia de ela ser imerecida. De modo algum o recipiente está recebendo aquilo que merece. O favor é estendido simplesmente em razão da bondade presente no coração do doador.

A graça de Deus vem a nós de forma gratuita, incondicional e espontânea, sem qualquer precondição. Não porque sejamos dignos, ou mereçamos, mas porque pertencemos a Cristo, “temos todos recebido uma graça após outra, bênção espiritual após bênção espiritual, favor após favor e dom sobre dom.” Quatro pontos podem ser destacados quando se capta o conceito de graça:

1. Adquire-se um novo apreço pelos dons que Deus lhe deu.
2. Serás menos crítico e menos preocupado com o que as outras pessoas fazem. Ao agir com a liberdade que vem com a graça você obtém tranquilidade para aceitar o fato de que as pessoas mapeiam sua própria rota e toma decisões que você não tomaria. 
3. Você é mais tolerante e menos julgador.  Ao invés de colocar o foco na aparência com base no desempenho religioso, procura autenticidade e amor genuíno a Deus.
4. Crescerás espiritualmente.

Jesus demonstrou uma graça extraordinária até quando estava pregado na cruz, e orou por seus inimigos: “Pai, perdoa-lhes...” (Lc 23:34 ). Em meio a um sofrimento inigualável, não houve ira, amargura ou ressentimento. Jesus morreu para nós salvar, sem merecermos. Que maravilhosa graça! A graça perdoa o imperdoável e justifica o injustificável. Sabemos que jamais teremos uma graças igual a de Cristo, mas podemos desenvolvê-la para ser parecida com a dele, pois, “a graça amplia seus horizontes para que você nunca volte aquele lugar onde já esteve.”

"Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; sendo justificados gratuitamente pela sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus." (Rm 3:23-24)

0 Comentários