Quais livros ler antes do ENEM? Conhecer os aspectos literários dos escritores é de suma importância para a interpretação de texto. Como não há uma seleção de livros obrigatórios, e com o extenso quantitativo de obras brasileiras existentes, há aqueles que são mais cotados e que geralmente estão presentes nas provas. Segue cinco dicas para iniciar a leitura:


1 - Dom Casmurro – Machado de Assis
Publicado pela primeira vez em 1899, a obra é narrada pelo protagonista da história, Bento Santiago, tem como temática principal o ciúme, o qual incita uma polêmicas em torno da índole de uma das personagens principais, Capitu, com a qual Bento tem um relacionamento amoroso.

Sobre o autor
Joaquim Maria Machado de Assis (1839-1908), é considerado um dos maiores escritores da literatura brasileira. Faz parte do movimento literário Romantismo/Realismo.

2 - Memórias Póstumas de Brás Cuba – Machado de Assis
Publicado em 1881, nesta obra Machado de Assis retrata a escravidão e as classes sociais. No livro o autor cria um narrador, Brás Cuba, que conta sua vida depois de morto.

Um pouco mais sobre Machado de Assis
Inicialmente a obra literária de Machado de Assis era marcadamente romântica, mas na década de 1880 ela sofre alterações temáticas, dando início ao Realismo no Brasil com a publicação de “Memórias Póstumas de Brás Cubas” (1881). A partir de então o espírito crítico e as reflexões sobre a sociedade brasileira se tornarão as principais características de suas obras. 

3 - Sentimento do mundo – Carlos Drummond de Andrade
Publicado pela primeira vez em 1940, “Sentimento do mundo” é a terceira obra de Carlos Drummond, contendo 28 poemas. Neste livro, o poeta traz a poesia de cunho social, elucidando o momento de instabilidade dos anos que antecederam a Segunda Guerra Mundial. O autor aponta as vulnerabilidades e amarguras da humanidade.

Sobre o autor
Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), considerado pela crítica o mais influente poeta brasileiro do século XX. Junto com outros escritores mineiros, fundou “A Revista”, importante publicação modernista mineira. Sendo um dos principais poetas da segunda geração do Modernismo.

4 - Vidas Secas – Graciliano Ramos
Romance publicado em 1938, a temática principal do livro é o sacrifício pela sobrevivência no sertão e a opressão social no Nordeste. A obra retrata a vida miserável de uma família de sertanejos obrigada a se deslocar continuamente para áreas menos castigadas pela seca. Faz parte da segunda fase modernista da literatura brasileira, considerada a maior obra do autor.

Sobre o autor
Graciliano Ramos de Oliveira (1892-1953), pertenceu ao segundo movimento Modernista, suas obras demonstravam principalmente as fragilidades do povo brasileiro. Foi homenageado várias vezes com vários prêmios. Sua obra “Vidas Secas” é tido como um clássico da literatura brasileira.

5 - O Cortiço – Aluísio de Azevedo
Romance Naturalista, publicado em 1980, retrata a vida numa habitação coletiva ou estalagens/cortiços, demonstrando como as pessoas se deixam ser influenciadas pelo meio em que vive.

Sobre o autor
Aluísio Tancredo Gonçalves de Azevedo (1857-1913), tem suas obras consideradas como irregulares pelos críticos, uma vez que, oscila entre o Romantismo e o Naturalismo.

6 - Iracema – José de Alencar
Romance escrito em prosa poética, publicado em 1865. “Iracema” é um termo originário da língua Tupi que significa “lábios de mel. O enredo da obra se dá em torno da história de amor entre Martim e Iracema, retratando as diferenças culturais entre o homem branco e o indígena.

Sobre o autor
José Martiniano de Alencar (1829-1877), é um dos maiores representantes do Romantismo no Brasil, foi escritor e político, sua obra tem como característica marcante a temática nacional, um representante da classe literária indianista. Foi escolhido por Machado de Assis para patrono da cadeira nº 23 da Academia Brasileira de Letras.

Boa Leitura!!!

0 Comentários